Volkswagen vai começar a testar “Kombi Autônoma” em breve
14 de maio de 2021
Audi RS e-tron GT elétrico honra a sigla esportiva
21 de maio de 2021

Os carros elétricos foram introduzidos no mercado quase juntos com os carros com motor a combustão, em 1886, e ficaram no mercado até 1915, quando a Ford lançou o modelo T. Em 1974 o fabricante de veículos Gurgel lançou seu projeto de carro elétrico, o primeiro da América Latina. Amaral Gurgel não acreditava no Pro-álcool, Gurgel achava que as terras férteis deveriam produzir alimentos e que não fazia sentido subsidiar o álcool enquanto o Brasil exportava gasolina barata. Para ele, a energia do futuro era a elétrica.

O Itaipu tem a forma de um trapézio e a carroceria é de fibra de vidro. O carro tem 2,65 metros de comprimento por 1,40 de largura, so há lugar para duas pessoas, atrás dos banco existe um espaço de cerca de 1 metro. O painel tem o velocímetro ao centro, amperímetro e voltímetro. O motor gera 3,2 kW, equivalente a 4,2 cv, o que fazia o carro chega a velocidade maxima de 50 km/h, e autonomia de 60 a 80 quilômetros com carga total. A grande vantagem do motor elétrico é que não faz barulho e nem fumaça.

Mesmo com o custo por quilômetro rodado da eletricidade sendo menos da metade do da gasolina, a autonomia era o maior problema do Itaipu. Com o peso e a capacidade limitada das baterias, além do inconveniente de a recarga levar dez horas, o experimento de Gurgel não passou da fase de protótipo.

Fonte: www.carrobrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento WhatsApp